Por que enxergamos manobras "incomuns" mais com o olhar de investigadores e juízes do que como apreciadores de corridas de carros? Esse é o pensamento que essa edição do Café Expresso busca levantar. Qual o peso que as linhas brancas passaram a ter no automobilismo da chamada "Era moderna"?

Share | Download